Confissões de um suicida – Maria Nazareth Dória

 23 março 2015   Em:

Um trabalhador rural. José Carlos vivia no sertão com o pai, a mãe e os irmãos. Aos 19 anos, durante o casamento de seu irmão mais velho, ele conhece aquela que seria o maior presente de sua vida: a doce Maria. Em menos de dois anos, eles se casam, constroem uma casinha humilde com chão de terra batida e, logo depois, têm o primeiro filho, o pequeno Jonas. Tudo caminhava com alegria e mais dois filhos vieram. Maria plantava flores em volta da casinha e a harmonia reinava. O tempo passa mais um pouco e Maria começa a dar sinais de fraqueza física. Ela sente que está doente gravemente e seu fim está próximo. Um dia, a notícia chega: Maria desencarnou dentro de casa ao desempenhar as atividades domésticas de sempre. Abalado, José Carlos sai em disparada rumo ao lar e encontra a esposa morta. Tempos depois, resolve se matar.

Share on FacebookTweet about this on TwitterGoogle+

Sobre o Autor

Celso Maiellari

Celso Maiellari

Celso Maiellari nasceu em São Paulo no dia 06 de novembro. Graduado em Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da USP, é jornalista profissional desde 1.981, tendo atuado em revistas de circulação nacional e em Assessorias de Imprensa de grandes empresas dos setores tecnológico e financeiro. Espírita desde os 16 anos, fez cursos e trabalhou na Federação Espírita do Estado de São Paulo, além de participar das atividades de diversos centros espíritas da capital. Foi editor e articulista do Jornal Espírita e é editor da Lúmen Editorial desde 1.991.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *